PROJETO DA NASCENTE PALMARES E SELECIONADO PELO MINISTÉRIO DA CULTURA

O Ministério da Cultura e o Ministério da Justiça divulgaram os selecionados para os Micro projetos Mais Cultura Território de Paz e o projeto da Associação Capoeira Angola Nascente Palmares Sul foi selecionado.
O projeto "A Capoeira como instrumento de inclusão social e resgate da cultura afro - brasileira" da Associação Palmares, foi escrito por uma equipe responsável e dedicada tendo como mentor e autor o Mestre Dindo que também é o atual presidente da entidade.
Na cidade de Esteio o projeto A Capoeira Angola como instrumento de inclusão social e Resgate Cultural, em parceria com a Judo Esteio Poliesporte, a Capoeira Angola Nascente Palmares Sul e a Fundação Estrela do Sul também foi selecionado.
“As nossas conquistas expressam a qualidade e a seriedade com que estamos trabalhando há mais de trinta anos pela capoeira angola, pela cultura popular, pela inclusão social de crianças, jovens e adultos. Também demonstra que temos a necessidade de pessoas sérias, comprometidas e qualificadas que se identificam com nossos ideais e que arregaçam as mangas e trabalham, esse é o caso da união das nossas entidades”. Falou o Mestre Dindo.
Os micro Projetos Territórios de Paz é uma ação realizada em parceria entre o Ministério da Justiça e da Cultura que vai auxiliar a produção artística de jovens talentos de comunidades de baixa renda e com elevados índices de violência. Os Micro projetos Mais Cultura para os Territórios de Paz vai possibilitar o financiamento de diversas iniciativas artísticas como literatura, teatro, artesanato, dança, produção de vídeos e gravação de CDs de jovens.
Ação do Programa Mais Cultura, do MinC, os Microprojetos nos Territórios de Paz vão viabilizar iniciativas que promovam inclusão social e contribuam para a diminuição da violência e da criminalidade nessas localidades. Outro objetivo é proporcionar maior dinamismo econômico às comunidades por meio de apoio financeiro aos artistas, escritores, grupos independentes e produtores culturais locais. As propostas contempladas vão receber de 1 a30 salários mínimos (valor máximo de R$ 15,3 mil), conforme as ações propostas.
O edital, publicado em 16 de novembro no Diário Oficial da União (DOU), destinou R$ 10,7 milhões para apoiar 700 projetos artísticos e socioculturais voltados a jovens de 15 a 29 anos. A meta é contemplar 44 localidades, de 11 estados e do Distrito Federal, atendidas pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).
As inscrições para o edital Micro projetos Mais Cultura para os Territórios de Paz encerraram em 30 de dezembro de 2010. Ao todo foram inscritos 1.334 projetos, dos quais 1.225 passaram pela fase de pré-seleção/habilitação, estando aptos a serem avaliados quanto ao seu conteúdo.